sábado, 28 de dezembro de 2013

Mais uma estrelinha a brilhar.

Felizmente eu não tenho sentido a dor da morte de alguém ao longo destes meus 22 anos. 

Alguma vez tinha que ser a primeira, foi hoje. 
Como já aqui referi, havia uma pessoa muito importante para mim, sempre me tratou como neta dele, mesmo não o sendo verdadeiramente. Esta noite, o sofrimento acabou para ele e começou para nós. 

Apesar de nunca estarmos preparados para uma coisa destas, temos noção de que foi o melhor para ele. Ele já estava a levar morfina 3 vezes por dia e já nem isso lhe estava a tirar as dores que ele tinha. Para piorar a situação, apanhou uma pneumonia lá no hospital. Foi o que o acabou de matar, uma vez que ele já não tinha defesas para aguentar uma coisa dessas. 

Agora somos nós que ficamos com a dor no peito, mas ele vai descansar em paz. 

Por aqui dizem que quem morre ao sábado e se enterra ao domingo vai para o Céu. É o caso dele com toda a certeza. 

Esteja onde estiver ele vai estar a olhar por todos os que lhe queriam bem. Vai estar a olhar por nós. 

=''(

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Não bastava uma... Tinham que ser duas!

É, ainda bem que decidi que não queria ir jantar a casa da minha avó pelo que ela fez ao meu namorado e fui jantar ao Fórum com ele. 

Porque ele fez o convite para lá ir jantar à mesa, mesa onde se encontrava sentado o meu namorado, e como tal, subentendia-se que o convite para jantar também o abrangia a ela. Todos ficámos a pensar que também era para ele lá ir jantar.

Pelos vistos não. Ainda bem que não fomos lá jantar, porque se tivéssemos ido, ele chegaria lá e nem sequer um lugar na mesa teria. 

É triste mas é verdade. Costuma-se dizer e é bem certo "quanto mais uma pessoa se baixa, mais o c* se lhe vê"... Quanto mais eu faço por esta mulher, mais ela me desilude, mais sou discriminada em comparação com a minha prima. 

Já devia ter percebido que não vale a pena, nunca vou conquistar o amor e o respeito deles. Por muito que me esforce, a minha prima e os dela vão ser sempre tudo o que eles têm de melhor na vida. 

='(

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Mais uma para eu aprender

A minha rica avó é sempre a surpreender. 

É certo e sabido que os meus avós não gostam do meu namorado. Mas evitavam de o demonstrar em frente a ele. Se ele também já não lhes acha muita piada, então assim, dão-lhe todos os motivos e mais alguns para que ele não goste mesmo. 

Os meus avós sempre diferenciaram os filhos (um é para receber e o outro, o meu pai, para trabalhar) e por consequência fazem exatamente o mesmo com as netas (eu e a minha prima). 
Nas prendas isso vinca-se, não propriamente com a diferença de prendas em relação aos filhos e às netas, mas em relação aos namorados das netas. de facto, a minha prima já se casou, mas já antes de se casar, o marido dela recebia de ambos os meus avós e recebia tanto como eu e como ela, que somos netas (de sangue). A verdade é que o meu namorado não é tratado como o da minha prima. 

Resumindo, antes de o convidar para lá ir comer, vem-me perguntar se eu quero que ela o convide. Se ela o quisesse mesmo convidar, fazia-o e pronto. Não andava cá a perguntar se eu quero ou não. 

Ontem, dia de Natal, ela acabou por o convidar para jantar e ele foi. 
Hora da distribuição de prendas = Desilusão.
Para além de ter recebido metade do que o marido da minha prima recebe, o que lhe deram foi literalmente atirado para cima da mesa numa altura em que ele estava a ver televisão e estava de costas. Não o chamaram, não lhe tocaram no braço, não nada. A minha avó pura e simplesmente atirou o dinheiro para cima da mesa.
E ainda tem a lata de lhe dizer que "é pouco, mas é de boa mente". Boa mente? Boa mente uma ova! Ela que enfie a boa mente num sítio que eu cá sei. 

O meu namorado acabou por apanhar o dinheiro porque a minha mãe insistiu, porque por ele deixava-o onde ele tinha caído (e diga-se de passagem, que eu também o faria). 

Hoje era suposto voltar a ir lá jantar, mas eu decidi que não vou. Vou jantar com o namorado. Só os dois. Também já andamos a precisar. É hoje que vou provar Suchi :) Devo ser das poucas pessoas que ainda não provei... 

=D 

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Natal mais triste o meu =(

Passei a meia noite "sozinha"... 
Minha família já tinha ido toda para casa (muito) antes da meia noite, e os meus pais adormeceram. 
Confesso que caiu a lagrimita quando bateram as doze badaladas. Nunca me tinha acontecido passar desta forma. o meu namorado tbm já dorme há muito (tbm muito antes da meia noite).

Se não fosse o meu Ruquinha (que está um chato do pior) tinha passado a meia noite mesmo sozinha. 
=(

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Natal = Prendas (muitas) =D


Este é o aspeto atual da minha sala.. com as prendinhas todas =)

Amanhã, já não estão lá prendinhas nenhumas. Ohhhhhhh =(

Que estranho!

Um dos homens que mais me marcou, que mais me fez sofrer, que mais me fez feliz, que mais me desiludiu, que mais tudo... pediu a namorada (aquela que ele traiu comigo deliberadamente) em casamento. Soube disto pelo facebook. A sensação foi estranha. Foi do género "Já não era sem tempo", uma vez que já previa isto há muito (embora ele sempre tivesse negado), mas ao mesmo tempo ocorreu-me um pensamento que não devia ter tido por respeito ao meu namorado, que foi "este anel devia estar na minha mão". 

É horrível ter pensado isto. Mas o que vivi com ele foi pouco mas foi tão intenso.. Marcou-me para o resto da minha vida e sempre que vir algo relativo a ele vou relembrar tudo. 

Foi este o anel... É lindo de morrer.. Amei =S


Bem, Feliz Natal a todos =)
Beijinhos*

domingo, 22 de dezembro de 2013

Do Natal

Finalmente, tenho quase as prendinhas todas embrulhadas. Não as coloco junto da árvore porque isso era o mesmo que o Ruca as rasgar todas. Assim, ficam em cima dos sofás da sala, que pelo menos aí eu sei que ele não sobe :D

Sinto-me happy... Mas ainda bastante cansada... 

<3

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Dia de caca

Começando o dia de uma maneira má (levantar cedo e a chover), este ficou ainda pior... Recebi duas notas das quais estava a espera de muito mais... Estava à espera de ter à volta de 15 nas duas... Mas saiu-me completamente ao contrário... Tive um 9 (não estava mesmo à espera) e um 11 (do qual eu sei que tenho muito mais, uma vez que copiei a frequência pelos próprios slides da prof., mas não vale a pena reclamar, caso contrário ainda ficava mais na lista negra dela, e ainda tenho uma frequência para fazer com ela [esta é a prof dos trabalhos, de um post anterior]).

Ando exausta e o meu esforço não está a ser minimamente recompensado. 

Para piorar ainda mais, o namorado chegava hoje, por volta das 22h30, mas o avião saiu super atrasado e só chega por volta da meia-noite...

Estou a desmotivar :(
Estou a deprimir :'(

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Dia da consulta

Amanhã é o tão aguardado dia da consulta para tirar um cravo que me nasceu no buço. O cravo tinha um aspeto horrível. Era em forma de bola e bastante espigado nas extremidades. 

Sim, tinha. Tinha porque entretanto começou a secar e a cair. Agora quase que é preciso uma lupa para ver o sítio onde nasceu tal cravo que me atormentou pelo seu aspeto horrendo durante alguns meses. 

Não sei bem o que vou fazer à consulta, mas vou na mesma. Pode ainda existir alguma raíz que tenha que ser retirada. 

Estou com um pequeno nervosinho no estômago. Sou muito mariquinhas nestas coisas :/
Seja o que Deus quiser!

Desorganização



Meu Deus... Tenho tanto que fazer e não me apetece fazer nada... Mas tem mesmo de ser. Fico aqui a vaguear pela internet e depois às páginas tantas, fico com o tempo super limitado para fazer o que tenho que fazer. 

Vamos lá começar a mudar as palavras de um trabalho para que este não fique copy paste... E seja bem avaliado, claro... 



E é assim que me sinto... Desmotivada!

domingo, 15 de dezembro de 2013

Espírito Natalício



Hoje, finalmente, montei as coisas de Natal.. As mangueiras foram colocadas nos cedros em toda a volta do jardim, as luzes na cancela e numa parede da casa, e por último, fiz a árvore (deixei para último porque já era dentro de casa e já podia ser mais de noite que já tinha luz e ao mesmo tempo, já estava mais ao quentinho). 

Conclusão: A minha casa neste momento é uma central elétrica :D

Depois das más notícias, estava a precisar que algo me animasse, e o Natal com todo o seu espírito deixa-me em êxtase como se ainda tivesse 5 anos. Sempre foi uma época de que gostei muito. 

Adoro prendas que me surpreendam. Mas nos últimos anos, já tenho recebido mais dinheiro do que prendas. O que também não é mau, uma vez que preciso bastante de aumentar as minhas finanças (que ultimamente andam na reserva). 


Eu vibro com esta época :D


Dia de emoções fortes

Ontem, foi mesmo um dia cansativo e de emoções fortes... 

Primeiro, porque como já disse milhentas vezes, o cherry foi embora para a Argélia e veio cá despedir-se de mim antes de ir apanhar o avião; 

Segundo, andei a dar o tal jeitinho a casa (não consegui acabar, ficou a cozinha por arrumar e limpar) e a ajudar o meu pai a cortar os cedros do jardim (para hoje montar as coisas de Natal);

Terceiro, porque fui cortar o cabelo (e eu não gosto nada dessa ideia, queria mesmo é que ele me chegasse ao rabo). E foi aqui. Foi no cabeleireiro que recebi a pior notícia de todas. A certa altura a S* (Cabeleireira) pergunta-me assim:
   S* - Então como está o ti G*?
   Eu* - O que é que ele tem?
   S* - Tu não sabes? Diz que ele está muito mal no hospital.
   Eu* - Com quê?
   S* - Cancro nos intestinos. Dizem que o tumor está tão grande que já o impossibilitou de fazer cócó, de tal forma que, pelo que ouvi dizer, ele vomitou as fezes pela boca. 
   EU* (Não tive reação pelas imagens que me passaram pela cabeça).

O ti G* é o avô da minha afilhada, e eu cresci com ele e ele sempre me tratou como uma neta e eu a ele como um avô. Fiquei em choque. 
Como é óbvio, assim que jantei fui a casa da A* (mãe da minha afilhada) com a minha mãe e assim que ela veio a porta desmanchou-se em lágrimas. Está a ser duro para ela, tiraram-lhe o tapete. Ele está mesmo mal, o cancro já se alastrou a vários órgãos e morre de dores. Ela tem sido uma mulher fortíssima, tem sido pai e mãe (o marido é camionista e só vem uma vez por mês a casa), mas não está a reagir da melhor maneira.. Acho que está muito fria, muito conformada. Só quando ele se for é que ela vai cair na realidade e aí vai ser muito pior. Ela própria diz que só não quer que ele sofra, mas que ele não merecia um fim destes. 

Enfim, a vida é dura e as coisas acontecem quando menos esperamos. Mas não era preciso chegar aos 80 anos para sofrer desta maneira. 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

1º dia do FDS

E pronto, para primeira etapa do fim de semana até que nem correu nada mal. 

      - Consegui DORMIR muito como estava a precisar... Dormi 11 horinhas. Soube mesmo bem;
    - Consegui arrumar e limpar o meu quarto que estava uma autêntica bagunça (demorei lá cerca de 3 horas);
   - Depois fui comprar o presente de Natal ao namorado (FINALMENTE, depois de ter visto 1500 carteiras em pele para homem, lá consegui encontrar uma que me agradasse em pleno); 
     - Comprei o presente de Natal do Ruquinha (uma alcofa para ele se poder deitar confortavelmente). 

Agora é hora de ir ter com o namorado, e dar-lhe muitos miminhos, que ele até tem merecido. Amanhã já vai embora. São só 5 dias, é verdade, mas só o ir para outro continente, faz-me pensar que são 5 meses. 

Olha, que corra tudo bem e que quinta feira eu entre de férias já com ele aqui junto de mim :D 

Fim de semana

Para este fim de semana já fiz alguns planos, tais como: 

        - DORMIR MUITO, muito muito;
        - Comprar o presente de Natal do Ruquinha;
        - Comprar o presente de Natal do Namorado; 
        - Desejar boa viagem ao namorado e namorar um pouco (vai 5 dias à Argélia);
        - Cortar o cabelo (NÃO QUERO NADA, mas tem mesmo de ser);
        - Montar as coisinhas de Natal (a árvore e as mangueiras no jardim); 
        - Dar um jeitinho à casa (que está mesmo a precisar)
        - E por último, se tiver tempo, fazer umas pesquisas em inglês para um trabalho. 


Necessidade de fazer tudo isto?
       - Muita mesmo;

Vontade para fazer isto tudo? 
       - Zero, nenhuma. Só tenho vontade de dormir e namorar. Os presentes entusiasmam-me, mas os preços que se praticam agora são tão desanimadores. 


Help me please... 

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Finalmente :D

Finalmente, acabaram as frequências este ano... 

Agora falta fazer um trabalho de grupo durante a semana que vem, mas estudar? Só volto a fazê-lo em janeiro... 

Já não era sem tempo!

A parte má disto, é que o tempo passou a correr e o meu bebecas já vai embora sábado de manhã. O que vale é que são apenas 5 dias. Passa rápido. Espero que corra tudo bem por lá.. 

Tenho alguns receios... Mas há-de tudo correr bem. :)

Turbilhão...

Ando exausta... Tenho tido imenso trabalho... Entre trabalhos, tradução de textos para português e estudar para as frequências ando sem cabeça para nada.. Não tenho tempo para passear, para estar em condições com o namorado e com os amigos... Estou um caco... Tudo me irrita..

Até já evito estar muito tempo com o meu Ruquinha, porque não tenho a mínima paciência... Ele quer brincadeira (como é super normal) nas horas em que eu mais preciso de trabalhar. 


A parte boa disto tudo é que eu já consegui emagrecer 2kg desde que meti na cabeça que tinha que emagrecer mesmo alguns kilos... Como sabem eu sou pequenina (1,57m) e à cerca de mês e meio estava a pesar 67kg. Isto significa que eu agora tenho 65kg. 

No que diz respeito à alimentação a única coisa que retirei, e não foi por completo foi a maionese que comia quase todos os dias e agora só como uma vez em cada 2 semanas ou mais. E a única coisa que introduzi foi sementes de linhaça. 
Em respeito às sementes de linhaça, tenho uma colega que tem uma loja de produtos naturais e quando a questionei ela disse-me que as sementes de linhaça não faziam emagrecer. Eu ainda assim, decidi arriscar e comigo está realmente a resultar.

P.S. É melhor nem lhe contar porque eu já consegui perder o mesmo peso que ela, a diferença é que ela anda numa nutricionista com uma dieta super rigorosa enquanto eu continuo a comer de tudo como quero e bem me apetece. 

Ela é muito dada a cobrantos e essas coisas, se lhe disser ainda me mete o cobranto pelo mal de inveja (e já não era a primeira vez). 

A inveja é um pecado mortal amiga ;)

Resumindo, estou cheia de trabalho, mas estou super feliz por estar a perder peso, na altura em que mais costumava engordar. E praticamente não faço nada para isso.. 

Apenas:
  
Mais sementes de Linhaça
Menos maionese

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Dia de "mais valia não ter saído da cama"

Depois de ter andado a fazer uma maratona de trabalhos e ter andado a deitar-me às 6h da manhã para conseguir ter os trabalhos feitos a tempo e horas, mais valia ter ficado a dormir e não ter feito trabalho nenhum... 

Eram dois trabalhos para duas disciplinas diferentes que são lecionadas pela mesma prof. 
No entanto, ela disse que não queria que um trabalho fosse o complemento um do outro, ou seja, que o que fosse apresentado na quinta não seria a parte 2 do trabalho apresentado na terça. E no fundo, foi isso que fizemos. 

Apresentámos o trabalho de terça e as coisas até correram bem, ela no fim fez alguns reparos, mas nada de muito negativo.. Disse que tinha gostado muito e que estava muito bem fundamentado. 

Começámos a trabalhar para o trabalho que era para apresentar... Tivemos dificuldades em encontrar material que se identificasse mesmo com o tema, então tentámos dar a volta à situação. 

É verdade que o trabalho de hoje não estava completo, mas a parte que lá estava, estava super bem explicada e bem estruturada... Como a própria prof. disse, "a parte teórica está excelente...". Mas depois concluiu a sua frase com "Está excelente, mas de facto, sem aquela parte o trabalho não vale nada. Assim, este trabalho se tiver um 10 dêem-se por contentes!". 
Em relação ao que foi apresentado na terça, e que na terça estava muito bom, hoje também já não estava assim tão bom, já lhe faltava mil e uma coisas. 

Estou tão revoltada! Tudo isto porque o ano passado tivemos um problema com ela noutra disciplina e ela marcou-nos completamente.

Ah, e o mais importante, ela é bipolar O-o 

A sorte é que a turma foi compreensiva, e praticamente todos ficaram do nosso lado e demonstraram apoio. Até nos chegaram a dizer que a maneira como expusemos as coisas foi muito melhor do que a própria prof a fazer. 

Como estava cansada, com poucas horas de cama, stressada por apresentar o trabalho (fico sempre), aquele comentário caiu que nem uma bomba. Fiz um esforço enorme para conter as lágrimas, mas consegui. Não lhe dei esse prazer. 

Acabou a aula, saímos para fora. Hora de deixar as emoções saírem. Chorei... 

Vim para casa.. E não é que o clima por aqui entre os meus pais está péssimo? A discutirem por tudo e por nada, sempre com picardias. 

Agora para finalizar bem o dia, estava eu para começar a escrever este texto, e o Ruca decide passar como uma seta por cima do teclado do portátil. Conclusão: Partiu o encaixe de uma tecla... 


Nada melhor que um dia destes.. Recomendo vivamente (ironia).. 
Sinceramente... 

Bem, vou dormir que é o melhor que faço neste momento. 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Depois da tempestade vem a bonança

E pronto... Depois de as coisas estarem tremidas com o namorado e ele ver a vida dele a andar para trás, lá decidiu ser um um fofinho e, já que eu estava a estudar intensivamente em casa, decidiu que eu merecia um lanchinho e lá me fez esse miminho... Foi a uma pastelaria e comprou o bolo que eu sempre como acompanhado da bebida que eu sempre bebo... Quando quer até sabe ser um querido. 

E teve sorte por eu ainda não ter lanchado... 
Teve ele e tive eu :) 

domingo, 1 de dezembro de 2013

Coisas da vida...

Ando cansada... bastante cansada... 


Como se não bastasse, ontem sou informada de que a partida do namorado para a Argélia é já no dia 10 ou no dia 14... Desta vez, pelo menos fui informada convenientemente. 

O pior é que ainda andamos meios sei lá como... 

sábado, 30 de novembro de 2013

Namorado...

Se ontem as coisas com o namorado estavam mornas, hoje estão frias... Estão a ser umas a seguir às outras. 
Então não é que tinhamos combinado estarmos juntos ontem à noite (que era para eu poder estudar na quinta à noite) e ele ontem às 19h16, do nada, porque nem sequer estávamos a falar nessa altura, envia-me a seguinte mensagem: "Hoje é a última sexta mor. Hoje também não te vou ver". 

Esclarecendo a parte da última sexta: ele e um grupo de amigos juntam-se todas as últimas sextas feiras do mês para irem jantar juntos. 

Motivos pelos quais fiquei danada:
      - Foi ele que propôs estarmos juntos ontem;
      - O tipo de mensagem informativa (estando ele a errar, deveria ser alguma coisa mais carinhosa, digo eu);
      - Não houve um pedido de desculpas sequer;
      - Não falou para mim o resto da noite toda;
      - Desejei-lhe boa noite à 1h da manhã, ele respondeu às 3h;
      - Hoje está a falar como se nada fosse, porque para ele o que aconteceu foi tudo mais do que normal. 

Com isto tudo já não o vejo desde quarta feira e desde esse dia que nem oiço sequer a voz dele... Falamos apenas por mensagens. Enfim... 

Se lhe pudesse bater neste momento fazia-o!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Magoada

E com toda a razão...

Como já devem ter lido aqui por aqui algures, o meu namorado está com a possibilidade de ir para a Argélia. E pelo menos 5 dias eu sei que ele vai e isso é um ponto assente. Até aqui tudo muito bem...
O pior é que eu descubro que já há uma possibilidade de data para ir.. e só o sei porque estava presente quando ele falou disso com o amigo que vai com ele e com o patrão. Fiquei mesmo magoada, porque se se desse o caso de eu não estar presente, ainda nem sequer sonhava que há a possibilidade de irem já daqui a uma semana. 

Quando é que estava a espera de me dizer? Quando estivesse para embarcar? 

Será que é ser muito egoísta da minha parte querer estar informada sobre este assunto? É que no fundo, é um acontecimento que nos vai meter à prova outra vez... 

Só me apetecia bater-lhe... E ele merecia!

Coisas de cão


Dei por mim a pensar que me esqueci de falar aqui de uma das coisas mais importantes que tem sido para mim... O meu cachorro... 


Chama-se Ruca, e tem todo o jeito de ser um pincher traçado de caniche. É lindo (pelo menos para mim), é o orgulho dos meus olhos. É super carinhoso, reguila, educado e mais importante de tudo: inteligente... Chegou junto de nós há 3 meses, e foram raras as vezes que fez necessidades dentro de casa. Toda a gente me chamava maluca por ir com o bicho à rua de meia em meia hora (e às vezes nem era tanto tempo), mas o que é certo é que já há algum tempo que é ele que pede para ir à rua quando tem as suas vontades... 
Só tem realmente um problema! Quando está com medo, principalmente do meu pai, ou com excitação por me ver a mim, ou ainda quando está num misto de medo por vir a minha mãe ou o meu namorado, solta umas pinguinhas... Ainda não percebi muito bem o que estes últimos dois lhe fizeram para que isto aconteça... 

Deixo-vos algumas fotos para que possam ver o meu baby! 
Beijinhos

Quando chegou era assim... 
...pequenino...
...e sossegadinho...

Depois, começou a crescer...

...e dentro do pequeno ficou grande!

Ruca: "Estás a olhar para mim porquê? Também tenho direito a palitar os meus dentes depois de comer ou não?"

E, por último, a dormir é assim... Como se isto fosse tudo nosso (e não é que é mesmo?)

O meu principezinho é um mimadão pela parte que me toca.
Já disse que ele é o meu orgulho? =D


sábado, 23 de novembro de 2013

Hoje tive medo :(



... pela minha mãe..

Ela é hipertensa, e agora que não pode comer sal, é o que ela mais quer comer... 

Como consequência da subida de tensão, já por duas vezes que teve umas dores de cabeça fortes, capazes de provocar embolias cerebrais... 
Hoje teve a terceira! Segundo ela foi mais fraca que as outras... 

Sinceramente, não quero nem gosto de pensar muito nisto... Mas a verdade é que numa situação de maior stress, em que ela se enerve mais, pode morrer a qualquer momento... 

Não quero nem posso imaginar-me sem ela. Ela é o meu grande pilar da vida, das minhas escolhas até aqui, mesmo que não concordasse com elas. Fiz muitas asneiras quando era mais nova (ainda as faço, mas não são com tanta frequência nem com tanta gravidade), e foi sempre ela que esteve do meu lado, que me deu a mão, que me levantou quando eu estava no fundo... E é ela que o continua a fazer para o bem e para o mal. 
Já fazemos tantos planos para a minha vida juntas. Onde vou viver, a profissão que vou ter, o consultório a abrir, o escritório a construir, as coisas a comprar, para onde vou se as coisas não correrem bem, viver com o namorado depois de acabar o curso... Enfim, é com ela que falo de todas estas coisas, que me sinto realizada ao fazê-lo. A ideia de que pode existir um dia em isto pode acabar pelos piores motivos e que nunca mais a vou poder ver, é uma coisa tão má que não paira muito tempo no meu pensamento. 
Não porque não coloque essa hipótese, mas sim porque dói demais... 


terça-feira, 12 de novembro de 2013

Não há paz nesta casa...



Hoje, não tive a única aula do dia e portanto fiquei em casa.. A minha mãe está esta semana de férias e como tal, também deveria estar em casa. Deveria... Mas não esteve. Foi para casa da minha avó tratar das coisas dela (tendo a minha avó Alzheimer já não se interessa por fazer as tarefas mais básicas, então quem as faz é a minha mãe e de quando em vez, sou eu). 

PRIMEIRA CONCLUSÃO: Passei o dia sozinha. 

Como passei o dia sozinha entreti-me a ler um livro que é essencial para o meu curso. O livro chama-se A Competência das Famílias de Guy Ausloos... 
Estou a adorar ler o livro.. 

SEGUNDA CONCLUSÃO: Até que passei bem o dia, entusiasmada e tal... 

Hora do pai regressar do trabalho e da mãe da casa da avó.. Instala-se a confusão!
Um berra para um lado e o outro berra para outro lado.. Um diz que o que o outro tem que fazer, o outro morto de cansaço, diz que ele o quer matar este ano... Enfim, e eu que dê em maluca com esta gente. 

TERCEIRA CONCLUSÃO: Gostava de viver sozinha.. 

Qualquer dia, a modos que fico sem cabelo de tanto que me apetece puxá-los... 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Enxoval

Há muito que tenho intenção de ir comprando aos poucos as coisas necessárias para uma casa, mas as coisas complicam-se um pouco com o aperto económico em que estamos.. Embora já tenha uma casa garantida e totalmente mobilada, ainda me falta tanta coisa. Coisas que a minha mãe terá de levar com ela, quando dividir a casa em duas (no fundo é isto...). Para ter 2 casas numa, só me falta fazer um quarto na parte de baixo da casa. A parte de cima é que será para eu viver. 

Embora não me agrade minimamente ficar a viver na mesma casa dos pais, também tenho a consciência que não há a mínima possibilidade de fazer/comprar uma casa em termos económicos. Sim, porque alugar está completamente fora de questão.. Pagamos uma vida inteira e nunca é nosso. 

Gosto da ideia de ter duas casas ao meu dispor para reconstruir. Mas isso também implica muito dinheiro. E o meu namorado, o meu pai e o pai do meu namorado percebem de construção civil (poupava imenso na mão de obra), mas ainda assim, ficava muito dispendioso. 

Voltando ao enxoval, apenas tenho:
        - Mobília de quarto (que já fui eu que a paguei)
        - Serviço de mesa
        - Serviço de panelas e tachos
        - Roupa de banho
        - Roupa de cama
        - Saladeiras e taças de sobremesa

Penso que é só isto... Tenho que pensar em juntar dinheiro para comprar mais alguma coisa... 

domingo, 3 de novembro de 2013

Gandufe#1



É verdade, aquele fim de semana que falei no post anterior, já está decidido com data marcada e tudo..
Estou realmente ansiosa, para que chegue Fevereiro rápido...



Está aqui uma parte da nossa sala/cozinha.. Vou amar esta aventura a 4.. Espero que seja a 4...
É que o meu namorado, o C*, não tem um emprego certo, vai fazendo uns dias para um "empresário" daqui da zona, e está previsto irem, numa primeira fase, trabalhar 5 dias para a Argélia, e depois se o trabalho lhes agradar vão 2 meses seguidos para lá trabalhar (nem sei bem como vou aguentar os 2 meses sem ele). No fundo tenho receio de que calhe nessa altura, mas ele diz para eu ficar descansada que de certeza que não calha nessa altura. Só espero que calhe durante o meu tempo de aulas para eu manter a minha cabeça ocupada e não pensar muito nessa situação (missão completamente impossível)..

Mas pronto, pensar positivo, ele está a precisar muito disto, deste trabalho, deste dinheiro (em casa dele são 4 pessoas: 1 reformada e 3 desempregados). 


Falando de coisas boas, Fevereiro chega rápido, please =D

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Saudades de vir para estas bandas...


Já há bastante tempo que não venho para estas bandas... Sinceramente, desde que formatei o computador parece que me esqueci de que tinha um blog onde podia escrever à vontade, e desabafar os momentos maus e os momentos bons... 

Neste momento estou a atravessar um momento bom, e por isso me apetece escrever, para ver se não ando tão ansiosa.. É uma coisa completamente nova para mim... 

 Imagem
E este é o local escolhido =)
Estou a planear em conjunto com a melhor amiga e os respetivos namorados um fim de semana longe de tudo e de todos, conhecer novos locais, namorar muito, etc etc etc... 

Estou feliz... Estou ansiosa... E sei que ela também está... Vamos para a zona de Mangualde =D

Em princípio vai ser em Fevereiro, mas ainda não é certo... Portanto, se for só para esse mês, ainda tenho muito que esperar e muito que ansiar.. 




domingo, 26 de maio de 2013

Dececionada...

...Principalmente comigo mesma!

Porque me deixe chegar a este ponto? Estou a pesar o que nunca pesei antes.. Estou com 65kg e meço 1,57cm... É verdade que isto nunca me tinha feito qualquer tipo de confusão.. Mas antes o meu peso oscilava entre os 59kg e os 60kg. 

E parecendo que não 5kg faz muita diferença numa pessoa baixinha como eu. 
A verdade é que certos comentários do tipo "estás a ficar cá com uma barriga" ou "não te cuides não, que tu vais ver onde páras" começam a incomodar-me (e eu nunca liguei a estas coisas)..

Hoje fiquei mal com a minha imagem, com o meu corpo. Eu não era assim, qualquer peça que vestisse me ficava bem, mesmo com uma barriguinha mais sobressaída! Não importava se era calças, saia, camisola ou vestido. Tudo me fazia um corpo de meter inveja a muitas! E agora? Agora tenho uma barriga enorme bem redondinha que mais parece que estou grávida de 5 meses. E NÃO, NÃO ESTOU REALMENTE GRÁVIDA, embora brinque com isso para não me sentir com tantos complexos! 

Hoje apercebi-me realmente que tenho que começar a fazer alguma coisa em perder peso! Isto porque andei a ver vestidos para a comunhão da minha afilhada, e à medida que fui experimentando ia ficando mais desanimada. Nenhum dos que eu gostava mesmo me ficava bem por causa da barriga.. E levar uma coisa que não gosto também não é comigo! 

Conclusão: a comunhão é daqui a 2 semanas e até lá não tenho tempo de emagrecer 5kg. Logo, vou parecer uma grávida balofa dentro de um vestido qualquer que ainda não tenho! :(

sábado, 25 de maio de 2013

Mais uma...

...Desilusão...

Como é que ainda consigo gostar do meu pai, sabendo eu tudo o que ele fez e continua a fazer à minha mãe? 

Há razões que a própria razão desconhece, já dizia o outro! 

Como é que é possível? É deplorável... Chega a ser repugnante!

E eu repugno-me a mim mesma por ser cobarde o suficiente e não contar o que sei à minha mãe. Mas isso implicaria nova crise cá em casa e seria na pior das alturas possíveis. Estou a terminar a licenciatura. Estou no mês mais complicado! Contar agora, significa não acabar a licenciatura :( 

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Desabafo...

Estou exausta... Qualquer fagulha me faz saltar a tampa... Por um niquinho de nada, faço uma tempestade num copo de água...

Isto tudo porque eu é que faço todos os esforços e a minha prima é que continua a ser sempre a queridinha.. Realmente sempre foi assim, não sei porque ainda estranho... Mas magoa... 

Até quando é para levar os meus avós a algum lado (geralmente ao hospital), a menina só pode ir quando é da parte da tarde porque tem uma filha pequena (de quase 2 anos) que não se pode levantar cedo... Ou seja, eu, estúpida, é que me levanto sempre de madrugada. 

Ainda ontem a minha avó foi operada a um olho, e como eu não podia ir com ela para o hospital porque tinha trabalhos para fazer e estar às 8h30 no hospital é muito cedo para a minha prima, foi a minha mãe que a levou... Pois a preocupação da minha avó quando não estava a encontrar o telemóvel, era que a sua "D* (a minha prima) lhe ia ligar de certeza"... Sim, porque eu não tenho por hábito ligar (uma vez que sou eu que vou com ela praticamente sempre).. 
Como a operação foi a um olho, marcaram logo uma consulta para hoje para verem como estava... Às 8h30 da manhã! Quem é que se teve de levantar cedo? Eu, claro... Às 8h já lá estávamos... Tive que estar a fazer tempo até chegar a hora da minha aula... Mas... Há sempre um "Mas"... A minha prima, mais uma vez, é que ficou num pedestal porque a foi buscar às 11h da manhã com a bebé no carro... Uuuuhhhhh... Que coisa do outro mundo... 

Enfim... Estou triste... Mas ainda assim, à partida, amanhã vou para casa da minha avó de sorriso na cara fazer lhe o comer e passar a roupa a ferro..

*

domingo, 21 de abril de 2013

Noite de Fados...

Como sempre, na minha mordomia, os que trabalham são sempre os mesmos. Então andámos a tarde de sábado toda a arrumar o salão. Inclusive o meu ex-namorado que se anda a tentar aproximar de mim a todo o custo e passou a tarde a meter-se comigo. Brincámos com água, acabámos por nos desentender mas depois lá ficou tudo bem.. Ele tem um medo terrível que eu fique chateada com ele por algum motivo. 
A noite correu melhor do que o que esperávamos... Mas ainda assim, não deu lucro. Também não deu prejuízo (tecnicamente) porque sobrou (muita) carne, muito pão, temperos e cerveja preta que se teve que comprar mais. Portanto, não deu lucro, mas também não deu prejuízo o que é bom. Foi uma noite super divertida e bem passada. Com entrada cara mas bem justificada, sem a menor sombra de dúvidas! O povo daqui não adere, mas o aquele que adere vibra e faz a festa toda. 

 

Hoje, como sobrou muito comer, fomos lá almoçar e no fim do almoço eu fui um bocadinho ao sol e fechei os olhos de tão bem que me estava a saber... Quando de repente sinto umas mãos na minha cara, abro os olhos e ali estava ele, a 20cm da minha cara a olhar para mim fixamente como que a perguntar-se "Porque é que não deu certo?". Felizmente a pergunta dele foi simplesmente "Estás com sono?", e eu pensei "uff, desta já me safei!" e respondi "sim, e ainda por cima tenho que ir estudar". 


P.s. Eu devia estar a estudar e estou para aqui a pensar nisto! 

P.s. 2. A época de fogos inaugurou-se hoje para estes lados! Começou cedinho este ano. Posha. 

quarta-feira, 27 de março de 2013

Limpezas...

Tenho tanta coisa para limpar, mas a cama amarrou me a ela =D

Não pode ser, a Páscoa é já este Domingo e eu tenho que limpar tudo sozinha a fundo...

E vontade?

Dos últimos tempos..

Pois é, lembram-se do T*? Apenas me usou... Assim que teve o que queria, ignorou-me por completo... Acho que me enganei sobre o "ser o homem que toda a mulher sonha"... Não passa de um homem com h (muito) pequeno que apenas usa e deita fora... E eu, burra, caí... Deixei que ele me usasse...


Entretanto, o meu ex-namorado continua a lutar por mim, desde o dia em que acabei com ele (há 2 anos e 4 meses). A verdade é que nunca desistiu de mim.. Se teve momentos de fraqueza? Teve e muitos... Eu também sei ser mazinha quando quero... E admito... Com ele era bastante implacável... Mas estava tão magoada... No fundo, vive 7 anos da minha vida numa ilusão, foi como se tivesse 7 anos deitados ao lixo. Mas, a verdade é que ainda hoje ele luta dia após dia. 
Este fim de semana ele foi com os amigos à Serra da Estrela, e para além de me mandar uma foto dele na neve comprou-me uma lembrança que me entregou ontem... Foi o primeiro presente que aceitei depois de acabarmos...Um porta-chaves em madeira, com o meu nome... 

Quando ele me disse que vinha a minha casa (antes de eu saber que me ia dar alguma coisa), não acreditei... Fi-lo estar à porta da minha casa, à chuva mais de 10 minutos.. E só acreditei quando ouvi bater à porta... Quando a abri ele não se mexeu.. Disse que já podia ir embora, porque o único objetivo dele era ver-me. Foi então que tirou a lembrança do bolso e a estendeu para mim. Eu limitei-me a olhar sem a agarrar (estava mesmo indecisa entre aceitar ou não), até olhar para ele e para os olhos dele cobertos de desilusão ao dizer "Tu não vais aceitar?". Aí agarrei na lembrança e agradeci ao mesmo tempo que lhe dei um beijo no rosto. Ele abraçou-me sem hesitar. E como foi bom... Quando nos separámos, ele estava praticamente a chorar, com os olhos a lacrimejar. O coração dele estava a mil e ele tremia por todo o lado... Secalhar por isso, teve necessidade de se agarrar a mim mais vezes, porque eu perdi a conta aos abraços que ele me deu e às vezes que o ouvi balbuciar "Que saudades!".

Se isto tudo mexeu comigo? Mexeu... No fundo eu também tinha saudades de um abraço sincero como o  que ele me deu. Percorreu em mim, um misto de emoções e sensações. Como se tivesse regressado ao passado e me senti-se de novo segura, que tinha ali alguém que me fosse proteger de tudo e todos. 

Agora recebo mensagens do tipo "Gostava de te voltar a chamar de meu amor e que fossemos felizes juntos" ou "Queria voltar a dar-te aqueles abraços, sentir os teus lábios nos meus".. 


E tem sido isto o meu dia-a-dia. 

sábado, 23 de março de 2013

Mais mudanças...

... Desta vez no quarto!
Achei que tinha pouquita coisa e então decidi diminuir o (pouco) espaço que ainda existia...

Ora então vejamos, meu quarto tem:
- uma cama gigante;
- uma secretária (consideravelmente boa);
- um guarda roupa;
- uma cómoda;
- 2 mesinhas de cabeceira
- 2 camilhas
- 1 puff
- 1 sofá (o que eu acrescentei hoje)


Acho que estou a caminhar para o meu quarto de sonho =D

quarta-feira, 13 de março de 2013

Solidariedade..

Ora vamos cá ver... 

A instituição Católica é aquela que todos os dias nos pede para sermos solidários e ajudar mos os outros, contribuir-mos com o que pudermos! Mas, no entanto, é aquela que só entende o "Venha a nós!"... Onde estão as contribuições dessa dita instituição aos mais desfavorecidos?

Onde está a igualdade que tanto proclamam? Sobretudo quando as suas vestes custam verdadeiras fortunas enquanto outros mal têm roupas para vestir! 

Enfim, o que mais se pode dizer... É o mundo em que vivemos...

domingo, 3 de março de 2013

Reformados indignados...

Reformados Indignados por ganharem 10 000€ a menos do que ganhavam antes (40 

000€)? TENHAM VERGONHA DE DIZER ISSO EM PÚBLICO!!! Ganham NUM MÊS, o que os 

meus pais juntos não ganham em 3 ANOS!! 

Querem medidas para o Estado? Eu dou-vos medidas!

- Não gastem fortunas em carros de luxo, quando o país está como está;

- Não passeiem tanto o rabinho à custa dos impostos de que o povo paga (utilizem-nos 

para o que realmente devem);

- Diminuam os vossos ordenados para o ordenado mínimo português (que é com que a 

grande maioria dos portugueses têm que sobreviver); 

- Paguem casa, carro. combustível como todos aqueles que ganham apenas 485€ ou menos


 por mês se vêem obrigados a pagar;

- etc., etc., etc.,

ENFIM!! UMA VERGONHA, É O QUE É!!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Com o pai...

... cada vez tenho menos vontade de andar com ele. Para além de o ter de ajudar em tudo (vinhas, terras, pinhais), leva-me a fazer coisas que nunca fiz na vida e nem nunca vi fazer e ainda fala comigo como se eu tivesse de ter a obrigação de fazer tudo perfeito sem ele me dizer o que devo e como devo fazer as coisas! Como se não bastasse está-me sempre a dar roda de malandra (e à minha mãe também)... Se as vacas que ele arranja para trair a minha mãe é que são boas e trabalham que se fartam, que vá viver com elas e que não faça a minha mãe sofrer mais!

Estão a dar comigo em louca!!

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

ARPM*

Hoje ela faz anos.. 19... E pela primeira vez desde que nos conhecemos, estou afastada desse momento =$


No fundo, sei que tenho saudades do que passei com ela. Mas...

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Esperar.. Esperar... E Esperar...

Marcarem uma consulta para as 9h da manhã, fazerem-me levantar às 7h da manhã, e imaginem lá a que horas fui chamada? 

- 12h40!

É totalmente inadmissível! Se sabem que não dão vazão, porque marcam para tão cedo? IRRA!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dia de São Valentim

A verdade é que este dia não passa de um invenção para colocar à prova a capacidade do/a companheiro/a nos surpreender. E em vez de o fazerem de uma forma em que é suposto mostrarem o quanto gostam do outro, - ou seja criativa, romântica e carinhosa - começaram a optar por seguir o caminho mais fácil da coisa. Comprar presentes. E como o povo português é extremamente consumista e gosta é de bens materiais, o pensamento da coisa é "o que é que eu lhe vou dar?" e "o que me vai dar ele a mim?".

Gentes, o dinheiro gasto em presentes não traz amor! Dêem mais valor aos gestos, símbolos, demonstrações de amor/carinho em vez de só se sentirem importantes quando recebem objetos materiais que na maioria das vezes são extremamente fúteis. 

Saibam ser felizes de uma forma muito simples ;)

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Carnaval...

Pois bem, quem me conhece sabe que eu AMO de coração esta altura do ano. Amo o Carnaval, deliro com tudo: a música, as letras, os fatos, as coreografias, a bateria, todos os elementos que desfilam e dão o seu melhor pela escola que vestem a camisola. TUDO! 

Depois há também a animação noturna que faz jus ao nome e que para mim começou da melhor maneira ;) 
O T* já faz por ir para onde vou. A pior parte é que há uma rapariga que é completamente obcecada por ele e como me vê sempre com ele, ainda me faz uma macumba, roga uma praga ou dá-me um enxerto de porrada - palavras dele mesmo. Depois de me dizer isto, dá-me uma valente trinca na bochecha com a possibilidade dela ver. 

Moral da história: Ou ele se está completamente a lixar para ela ou então está-se a lixar para mim e a meter a minha cabeça a prémio =D (pouco provável, eu acho)

Ora bem, se estou disposta a isso? Óbvio! 
Nunca fui de desistir de nada, não é por causa de uma maluca que o vou fazer ;)




sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Sondar a mãe..

Hoje passei a tarde com a mãe na agricultura :) o giro disto é que pude sondá-la em relação ao T*. 

Ao fim de alguma conversa ela diz-me assim:
- Então mas tu saíste de uma relação por causa da bebida e estás a querer meter-te noutra? Eu até gosto do rapaz, não tenho nada contra ele, até o acho muito bom menino;
Ao que eu respondo: 
- Mamã, se ele estiver comigo passa a beber menos :D, se é que me entendes. Se ele quiser, já somos dois a querer;

Ela levou tudo isto na brincadeira e não me levou a sério (ou então fez de conta que não me levou a sério).

Acho que pela parte da mãe está aprovado. Faltaria a opinião do pai, se ela me fizesse diferença, mas em como não faz, não vale a pena sondar ;)

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Emoções fortes...

Ontem fui jantar com a R* e com a S*, e estávamos nós numa conversa em forma de desabafo sobre a RM*, quando a S* me disse que tinha havido um boato que o T* (rapaz de que tenho falado) tinha forçado a RM* a ter relações com ele. Ou seja, que a tinha VIOLADO! 

Reação da minha parte: CHOQUE

Pediram-me para não contar isto ao T*, mas não consegui. É bastante grave a acusação que lhe fazem, é sobre ele e ele tinha o direito de saber. Ele é incapaz de o fazer! Ele podia ter-se dado mal com este boato!
Enfim.. Continua a ser o homem que qualquer mulher sonha ter ao lado.

Já hoje, foi o dia de levar a R* ao aeroporto com o namorado (o P*). Ela não parou de se queixar do nariz, de estar doente, da barriga, de encher o P* com precauções. Enfim, mesmo à R*. São os nervos e a ansiedade! 
Espero que a viagem corresponda a todas as expetativas que ela tem e que volte uma mulher renovada!

Beijinhos ;)

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Sonhos...

Ontem aconteceu uma coisa estranha..
Durante a noite sonhei que tinha beijado o rapaz de que falei no post anterior. 

O dia passou com normalidade... Até chegar a noite e eu ir ter com uns amigos a uma festa de aldeia =D 
Estava extremamente bem disposta e parecia que estava completamente bêbeda sem ter bebido absolutamente nada (será presságio?).
A noite continuou e o rapaz de que falei acabou por aparecer com um amigo ;) tivemos a falar, o baile terminou e nós continuámos a falar! Hora de ir embora? Tudo bem... A R* estava alegremente bem disposta e sem condições para conduzir (obriguei-a a ir comer uma bifana). Como estava frio, fomos para o carro (Eu, a R*, o T* - rapaz de quem falei - e o J* - amigo do T*). Acabámos por ficar estrategicamente bem sentados, ou seja, eu e o T* atrás. 
Conclusão: Acabámos por nos beijar! (e cá p'ra nós, que bem que ele beija =D).

Moral da História:
Os meus sonhos realizam-se (e eu tenho medo disso)!!!

Portanto, é uma noite que não tenciono esquecer, e vou lutar por progressos nestes doces beijos =D

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Pensamentos...

E pronto, dei por mim a pensar se é egoísmo da minha parte querer ser feliz com alguém que posso também fazer feliz. 

A verdade é que nos últimos dias, tenho pensado demasiado num rapaz que já foi o meu melhor amigo (e até mais do que isso - tempos felizes), mas que quando se tornou namorada da minha suposta melhor amiga, acabámos por nos afastar, uma vez que ela tinha ciúmes nossos e discutiam. Coisa que eu não queria! Como sempre, pensei neles em primeiro lugar, sacrifiquei-me e fiz a vontade dela, afastei-me dele para não interferir na relação. 

Eles já terminaram há 2 anos, mas a minha relação com ele nunca mais voltou a ser a mesma =$ encontra-mo-nos muito esporadicamente. Bem sei que se tiver algum problema ele estará lá para me ajudar e apoiar, mas sinto falta das nossas gargalhadas, das nossas conversas, dos nossos encontros às escondidas, etc., etc.. 

Se já gostei dele? Sim... Muito antes dele começar a namorar com ela.
Se ele já gostou de mim? Eh, acho que sim... 
Se deixámos perder isso por estupidez? Sim.

Ele é o tipo de homem que é capaz de fazer todas as mulheres felizes (excepto aquelas que só olham para o seu próprio umbigo). Carinhoso, romântico, inteligente, atencioso. Não olha a meios se o resultado final for fazer a parceira feliz. 

Preciso de um homem assim. Estou carente! É verdade. Mas ele seria um excelente 'marido'!

PROBLEMA: É o ex-namorado da minha suposta melhor amiga!

Se ela sabia que já nos tínhamos envolvido e que eu já tinha gostado dele? Óbvio que sim.
Se ela se importou com isso quando começou a namorar com ele? Obviamente que não, pois a única coisa que interessa é ela!

Enfim... Nada que possa fazer para mudar a situação =$

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Finalmente ;)

E pronto, finalmente já tenho Internet em casa. 

A festa da terriola, da qual o meu papi era juiz, correu super bem, sem confusões e apesar do pouco dinheiro que tinham ainda conseguiu dar lucro. 

Hoje é o último dia de férias do meu pai, o que significa que para a semana já posso dormir descansada até ao meio dia =D 

O semestre ficou todo concluído com média de 14,33(3)... =D

Portanto, não posso dizer que a vida me ande a correr mal ;)

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Farta da menopausa da mãe

Então não é que a mulher me fez uma escandaleira por causa da roupa a lavar, por ter uma meia branca que foi ELA que a deixou cair em cima daquela roupa que já estava separada para lavar. 
Como eu não reparei nessa pequena peça, foi lavar juntamente com a roupa!

Conclusão: Fez-me um escândalo, ofereceu-me porrada e chamou-me burra com todas as letras, e com uma sinceridade brutal. 

Ela esquece-se que os problemas que ela tem, que por acaso envolvem o meu pai, também me afetam. E afetam ainda mais porque eles os dois insistem em meter-me no meio desses problemas. 

Enfim... Dava tudo para já ter um meio de subsistência e sair da casa dos pais!